A vacinação nos nossos amigos de 4 patas

A vacinação é fundamental para o combate/prevenção de várias doenças que afetam os nossos animais de companhia. Impedem a propagação de doenças e aliadas com a desparasitação interna e externa são a única forma de prevenção de doenças potencialmente zoonóticas, isto é, transmissíveis ao ser humano. Garantindo assim a saúde pública do nosso país.

Devem ser iniciadas entre as 7-9 semanas de vida, com reforços até às 16 ou mais semanas. O cumprimento do protocolo inicial em cachorro vai garantir que se atinja a presença de anticorpos no corpo capazes de combater e evitar o desenvolvimento das doenças aos quais estão a ser protegidos, sendo necessário posteriormente para assegurar que essa imunidade se mantém.

São várias as doenças incluídas no plano vacinal dos nossos companheiros, como por exemplo:

  • Cão:
    • Parvovirose
    • Esgana
    • Parainfluenza Canina
    • Hepatite
    • Leptospirose
    • Tosse do canil
    • Leishmaniose
    • Febre da carraça
    • Raiva
  • Gato:
    • Panleucopénia Felina
    • Herpesvirus Felino
    • Calicivirus Felino
    • Clamidiose Felino
    • Leucemia Felina (FeLV)

Os planos vacinais são adaptados a cada individuo ao ambiente onde vivem, por exemplo região do país, meio rural ou urbano, indoor ou outdoor, entre outras variantes.

Nos cães a única vacina obrigatória por lei é a da raiva e deve ser sempre acompanhada na primeira toma pela colocação do microchip. Nos gatos o microchip é obrigatório, mas não existe obrigatoriedade de vacinas.

Salientando, que no ato de uma vacina o médico veterinário apenas administrará a vacina a animais isentos de doença, isto é, apenas animais saudáveis ou com patologias que a administração de vacina não tenha contraindicações serão vacinados. A vacina não faz parte do tratamento, mas sim da prevenção!!!


Um Edifício com História

Um Edifício com História

A construção do edifício hoje ocupado pela CVL remonta ao início do século passado, quando uma jovem recém-casada sentia saudades dos pais e do seu quintalinho, embora tivesse ido viver para cerca de 7 km apenas. Contudo, nessa época, era bem mais complicado vencer...

DIROFILARIOSE

DIROFILARIOSE

O que é a Dirofilariose? A Dirofilariose é uma doença parasitária causada por um verme redondo, semelhante às lombrigas do intestino, mas que se aloja no coração. Este verme cardíaco é conhecido por Dirofilaria immitis e transmite-se por meio da picada de um mosquito,...

Leishmaniose canina

Leishmaniose canina

O que é a Leishmaniose? A Leishmaniose é uma doença provocada por um protozoário (parasita microscópico) do género Leishmania, que infecta canídeos e ocasionalmente o gato e roedores. Além disso, a Leishmaniose é uma zoonose, ou seja, pode infectar o Homem,...

Close Bitnami banner
Bitnami